Alta gastronomia perto de casa

Brookfield/Estúdio Folha
Com 332m², são 15 apartamentos exclusivos na torre única

Eleito o melhor parque do mundo pelo jornal britânico "The Guardian", o Ibirapuera faz fronteira com alguns dos bairros mais tradicionais e nobres de São Paulo. Estão ao seu redor Jardins, Vila Nova Conceição e Itaim Bibi. É nesse "miolo" da cidade que concentram-se os melhores serviços, entre eles os restaurantes mais conceituados.

Nesse contexto, que une luxo, exclusividade e sofisticação, surge o empreendimento Curitiba 381 Ibirapuera. O edifício vai ocupar o último terreno disponível da rua Curitiba, cerca de 300 metros do Obelisco do Ibirapuera. O paisagismo, assinado por Alex Hanazaki, aproveita a localização e a geografia do terreno na concepção do projeto, uma vez que o prédio ficou recuado e elevado no terreno. A arte também está presente no saguão de entrada do Curitiba. Lá, flutuará uma escultura da artista plástica Amalia Giacomini.

De fato, um lugar para poucos. Serão apenas 15 apartamentos, todos com vista para o parque e para as obras dos mestres Oscar Niemeyer e Roberto Burle Marx, que conceberam a harmonia perfeita entre o verde e o concreto da arquitetura curva.

Também são para poucos os restaurantes estrelados bem perto do local. A localização privilegiada permite que o futuro morador admire a vista da janela de casa, mas também tenha como diferencial a proximidade com a alta gastronomia paulistana -desejada por muitos.

Essas casas receberam estrelas no "Guia Michelin". Alguns, são luxuosos e badalados. Outros, discretos e exclusivos. Todos muito concorridos. Nesta semana, o Guia, criado em 1900 na França e até hoje um dos mais respeitados no mundo, anunciou que o D.O.M., nos Jardins, é o único do país a ter duas estrelas, o que o eleva à categoria de melhor restaurante brasileiro. Outras 12 casas paulistanas foram reconhecidas com uma estrela.

A partir da pacata rua Curitiba será possível escolher entre comer sushi no disputado Kan Suke, com pouco mais de 20 lugares; saborear ingredientes brasileiros combinados com criatividade no Maní; ou experimentar o menu-degustação do Tête à Tête, com sete pratos e duas sobremesas. Confira a seguir um roteiro com dez casas especiais na vizinhança do empreendimento.
*

DALVA E DITO
Clássicos da culinária brasileira tradicional preparados com técnicas contemporâneas. Nas entradas, destacam-se a calabresa acebolada, a asinha de frango e os miúdos de frango. Os pratos principais -como a costela no bafo, cozida por 16 horas- são fartos e podem ser divididos por até três pessoas. Finalize com a trilogia de doces brasileiros -curau, ambrosia e arroz-doce.

R. Padre João Manuel, 1.115, Cerqueira César, tel. 3068-4444. Seg. a qui.: 12h às 15h e 19h à 0h. Sex.: 12h às 15h e 19h à 1h. Sáb.: 12h às 16h30 e 19h à 1h. Dom.: 12h às 17h.

Rubens Kato/Divulgação/Estúdio Folha
Dalva e Dito

D.O.M.
Comandado pelo chef Alex Atala (também à frente do Dalva e Dito), é um dos restaurantes brasileiros mais reconhecidos internacionalmente. Desde 2015, serve somente menu-degustação, com sequências de quatro ou oito pratos. Sabores nacionais, de todas as regiões, são os personagens principais, como o pirarucu, o jambu, a priprioca e o baru.

R. Barão de Capanema, 549, Cerqueira César, tel. 3088-0761. Seg. a qui.: 12h às 15h e 19h às 23h. Sex.: 12h às 15h e 19h à 0h. Sáb.: 19h à 0h.

HUTO
Badalado, o restaurante de cerca de 40 lugares oferece uma culinária japonesa preparada com ingredientes que vão muito além dos peixes. O menu oferece, por exemplo, como entrada, à la carte a pancetta, cozida por cinco horas e temperada com shoyu, manteiga e limão. São três tipos de menu-degustação, ali chamados de omasake.

Av. Jandira, 677, Moema, tel. 5052-6804. Seg. a sáb.: 19h à 0h.

JUN SAKAMOTO
Um dos salões mais discretos e bem frequentados da cidade. Ali, tudo é exclusivo, começando pelos disputados oito lugares no balcão, onde Jun Sakamoto prepara ele mesmo uma degustação com 16 sushis, dois pratos e uma sobremesa. Fazer reserva e moderar no shoyu, para não mascarar o gosto de ingredientes nobres, estão entre as boas maneiras de quem é habitué.

R. Lisboa, 55, Pinheiros, tel. 3088-6019. Seg. a qui.: 19h à 0h. Sex. e sáb.: 19h à 1h.

KAN SUKE
Com pouco mais de 20 lugares, é um dos menores restaurantes da cidade. Ali, dentro de uma galeria a poucos passos da av. Paulista, Egashira Keisuke oferece sua especialidade, o sushi, no qual o arroz tem tanto protagonismo quanto os peixes frescos. Há duas degustações, e fazer reserva é fundamental.

R. Manoel da Nóbrega, 76, Paraíso, tel. 3266-3819. Seg. a sáb.: 11h30 às 14h e 18h às 22h.

KOSUSHI
A casa, de quase 30 anos, oferece uma experiência completa ao unir um ambiente com arquitetura e design contemporâneos a uma cozinha impecável. Clássicos da culinária japonesa dividem a atenção com criações do sushiman George Koshoji. Vale experimentar o menu do chef, com 25 peças de sashimi de peixes especiais, ovas e frutos do mar.

R. Viradouro, 139, Itaim Bibi, tel. 3167-7272. Seg. a sáb.: 19h30 à 0h.

MANÍ
Aberto há 11 anos, o Maní, comandado pela chef Helena Rizzo, ajudou a impulsionar mundo afora a alta gastronomia feita com ingredientes brasileiros. O nhoque de mandioquinha com "dashi" de tucupi já é um clássico. Para uma experiência única, escolha o menu -degustação harmonizado com bebidas.

R. Joaquim Antunes, 210, Jd. Paulistano, tel. 3085-4148. Ter. e qua.: 12h às 15h e 20h às 23h30. Qui.: 12h às 15h e 20h à 0h. Sex.: 12h às 15h e 20h30 à 0h. Sáb.: 13h às 16h e 20h30 à 0h. Dom.: 13h às 16h.

SKYE
No topo do hotel Unique, o Skye tem como diferencial a vista para o parque Ibirapuera e as torres da avenida Paulista. A gastronomia, assinada por Emmanuel Bassoleil, oferece um mix das culinárias europeia, asiática e brasileira, como o camarão com moranga, servido com arroz jasmine e farofa com leite de coco.

Av. Brig. Luis Antonio, 4.700, Jd. Paulista, tel. 3055-4702. Seg. a qui.: 12h às 15h e 19h à 0h. Sex.: 12h às 15h e 19h à 0h30. Sáb.: 13h às 16h e 19h à 0h30. Dom.: 13h às 16h e 19h à 0h.

Divulgação/Estúdio Folha
Restaurante Skye

TÊTE À TÊTE
Faz parte da nova geração de restaurantes estrelados de São Paulo. Os ingredientes são fresquíssimos, muitos deles produzidos ali mesmo. O cardápio mistura referências internacionais e brasileiras, como a terrine de foie gras com compota de cupuaçu e damasco, rúcula e gengibre confitado. O menu confiance tem sete tempos e duas sobremesas.

R. Dr. Melo Alves, 216, Cerqueira César, tel. 3796-0090. Seg. a sáb.: 19h30 à 0h.

VARANDA GRILL
Os 20 anos de experiência tornam esse restaurante uma das melhores opções para quem gosta de carne. Um dos destaques é o kobe beef, da raça japonesa Wagyu, considerado uma iguaria. Para acompanhar, a adega de vinhos tem cerca de 400 rótulos. O salão atende 250 pessoas, mas salas exclusivas estão à disposição de quem prefere privacidade.

R. Gen. Mena Barreto, 793, Jd. Paulista, tel. 3887-8870. Seg. a qui.: 12h às 15h e 19h às 23h. Sex.: 12h às 15h30 e 19h às 23h. Sáb.: 12h às 18h e 19h à 0h. Dom.: 12h às 15h30.

Curitiba 381 Ibirapuera

Publicidade